"Artistas de Itararé, Cidade Poema"

"Artistas de Itararé, Cidade Poema"
Capital Artístico-Cultural Boêmica do Sul de São paulo

BLOGUE ARTISTAS DE ITARARÉ CHÃO DE ESTRELAS

"Artistas de Itararé, Chão de Estrelas"

Contatos: artistasdeitarare@bol.com.br

Clã dos Fanáticos Por Itararé, Cidade Poema

Palco Iluminado de Andorinhas Sem Breque

Os Dez Maiores Artistas de Itararé, Ano 2011

Dez Maiores Artistas de Itararé















01)-Maestro Gaya







02)-Jorge Chuéri







03)-Irmãs Pagãs







04)-Paulo Rolim







05)-Silas Correa Leite







06)-Paschoal Melillo







07)-Rogéria Holtz







08)-Dorothy Janson Moretti







09)-Regina Tatit







10)-Armando Merege







Itararé, Bonita Pela Própria Natureza

Itararé, Bonita Pela Própria Natureza
Nosso Amor já Tem Cem Anos

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Bibliografia Jorge Chuéri, Maior Patrimônio Artístico-Cultural de Itararé

Carnaval de Itararé, O Melhor Forfé de Momo da Região



Jorge Chuéri – Pintor Impressionista com vários prêmios de renome, Compositor, Boêmio, Carnavalesco Premiado, Escritor, Empresário, Fundador-Diretor de Clube, Contador de Causos

Jorge Chuéri é de primeiro de agosto de 1922. De familia de libaneses, nasceu em Itararé e, ainda muito cedo, para ajudar a familia, foi trabalhar com o Pedro Tatit, no famoso “Tem Tudo”, empresa do ramo de papelaria. Estudou no Grupo Escolar Tomé Teixeira, onde foi iniciado nas lides das artes e do teatro, principalmente. Começou a pintar muito cedo, como hobby, ele mesmo fabricando suas telas, incentivado pelo seu parente Pedro de Assis Merege, também pintor, depois ganhando qualidade, estilo, respeito e fama, quando acabou sendo um empresário de sucesso também, fundando o Clube Recreativo Primeiro de Maio de Itararé. Foi ainda diretor da Santa Casa de Misericórdia de Itararé e do Clube Atlético Fronteira. Começou a expor em Itararé, e a ganhar prêmios nacionais de renome, tendo sido premiado no Brasil e até mesmo no exterior, além de ganhar o prêmio do Banco Real de Talentos da Maioridade. Escrevia coluna de Carnaval para o jornal O Itararé e depois Tribuna de Itararé, colaborando até hoje com jornais locais, inclusive no jornal O Guarani, publicando seletas de humor, crônicas de homenagens, causos recolhidos da fauna notívaga da cidade, ficções e artigos opinativos, verdadeiro boêmio que é e folião carnavalesco de primeira grandeza, também um membro do clã “fanáticos por Itararé”. É o artista mais popular de Itararé, considerando mesmo um patrimônio cultural da cidade e da região, tendo composto marchas de carnaval tradicionais e sambas-enredos, além de estar presente por mais de 70 anos em quase todas as atividades artístico-culturais da cidade; uma enciclopédia viva e de qualidade humana, bem tipificando assim o chamado “espírito alegre do talento itarareense”. Fez várias capas de livros, escreveu vários prefácios e várias orelhas, pintou a “Via Sacra Itarareense”, quinze telas da via-crúcis em espaços geofísicos de Itararé, considerada sua melhor obra. Também pintou “Os Bairros do Município de Itararé”, 47 telas. Suas obras premiadas em vários continentes, com participações expositivas no México, Espanha, Portugal, Itália, França, China Popular, Bolívia e Chile. Em 2004, o Bancário Aposentado, Fotógrafo e Cronista Moacyr Medeiros Alves, escreveu o livro “A Trajetória de um Mestre”, Edição Tipografia Itararé, em homenagem a este que é o maior artista da centenária Itararé.

Principais prêmios do polivalente artista Jorge Chuéri, como Artista Plástico, entre outros:

Menção Honrosa Salão Livre da Associação Paulista de Belas Artes, 1989. Medalha de Bronze Salão Destak promovido pela PUC-Pr, 1990. Medalha Paleta Internacional- Brasil-China, promovido pelo Núcleo de Arte e Cultura Nova Era, pela China Artists e Association Shangai Branch, na Gallery of Chinesse Paintings Institute, em Shangai, Pequim, China Popular. Grande Medalha de Ouro da Sociedade Portuguesa de Centros Comerciais, do Présunic Shopping Center, em Albufeira, Portugal. Grande Medalha de Ouro no Primeiro Grande Salão de Artes Plásticas promovido pela Prefeitura Municipal de Suzano (SP), 1998. Menção Honrosa no Salão Primavera, promovido pela APBA-Associação Paulista de Belas Artes, 2002. Medalha 60 Anos da APBA e Pequena Medalha de Bronze no VI Salão da Paisagem Brasileira, da APBA, com a tela “O Crepúsculo na Paisagem do Pinheiro Solitário de Itararé, 2002. Prêmio Banco Real ABN-AMRO, Talentos da Maioridade, 2002, com a tela “O Orquidário do Artista”.

Jorge Chuéri foi homenageado várias vezes em Itararé, de várias maneiras e por diversos motivos, sendo Patrono do Colégio Athenas da cidade, Patrono da Sala Ambiente Jorge Chuéri do EEPG “Tomé Teixeira”, e também nome de Prêmio Cultural criado pela Prefeitura Municipal de Itararé em sua homenagem e reconhecimento público.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário