"Artistas de Itararé, Cidade Poema"

"Artistas de Itararé, Cidade Poema"
Capital Artístico-Cultural Boêmica do Sul de São paulo

BLOGUE ARTISTAS DE ITARARÉ CHÃO DE ESTRELAS

"Artistas de Itararé, Chão de Estrelas"

Contatos: artistasdeitarare@bol.com.br

Clã dos Fanáticos Por Itararé, Cidade Poema

Palco Iluminado de Andorinhas Sem Breque

Os Dez Maiores Artistas de Itararé, Ano 2011

Dez Maiores Artistas de Itararé















01)-Maestro Gaya







02)-Jorge Chuéri







03)-Irmãs Pagãs







04)-Paulo Rolim







05)-Silas Correa Leite







06)-Paschoal Melillo







07)-Rogéria Holtz







08)-Dorothy Janson Moretti







09)-Regina Tatit







10)-Armando Merege







Itararé, Bonita Pela Própria Natureza

Itararé, Bonita Pela Própria Natureza
Nosso Amor já Tem Cem Anos

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

O Saxofone do Roque Rodrigues de Itararé

O Saxofone de Roque Rodrigues


Para o Músico de Itararé Roque Rodrigues


“Poesia é música/Quem tem olhos para ouvir/

Que sinta... ” – Twitter-Poema Poetinha Silas

.............................................................................



-Você está ouvindo um saxofone, amigo?

-Ora, deve de ser o Roque Rodrigues ensaiando um blues...

(De algum lugar do passado vem um cantinho da saudade ter comigo

Numa música raiada de vento e luz).



Quem não se lembra do Roquinho no Conjunto Os Marionetes

No Mário e Seu Conjunto...

E o Roque Rodrigues lá, levou quem trouxe

Com o saxofone mavioso no bico doce...



Colocava música no coração das pessoas

Um pouco de céu na alma humana

E o Roque Rodrigues talentoso e batalhador

Vive ainda em todo afeto e esplendor...



Tocou na Banda Furiosa, na Orquestra Fronteira

Em todas as coisas que labutou foi vencedor

Mas a música era sua marcha estradeira

E o saxofone a sua marcha luzeira de talento e amor...



Semeou de notas musicais nosso chão de estrelas

Dançamos Love is Blue com a ‘mina’ nos braços

E ele ali, com seu brilhante saxofone plangente

Enternurando os bailes nos idos de antigamente



-Quem me conceder a honra dessa dança, Senhorita?

-Não posso, sou comprometida...

-Vai dar tábua, bonita?

-Só se o Roquinho solar Love Story aí eu me desmancho na partitura da vida...



Os Bailes no Clube Atlético Fronteira

A Furiosa na Praça Coronel Jordão

E o Roque Rodrigues no seu saxofone

Harmoniando de musica nosso chão...



-Essa Musica o Cantinho da Saudade dedica

Ao Roque Rodrigues; por uma vida tão linda, uma existência tão rica

E quem quiser pedir bis par o saxofonista Roquinho

Que vá estudar harmonia, música e ritmo; para também ser artista...



-À benção Roquinho Saxofonista de Itararé

Nosso belo rincão encantado!

-Deus te abençoe guri, Poetinha...



No vento serelepe a música de um saxofone de amarelo dourado

Vem de algum tempo... - De algum lugar do passado

Para no “cantinho da saudade” tocar dobrado...

-0-

Cyber Poeta Silas Correa Leite

Santa Itararé das Letras, das Musicas, das Pinturas

Blog: WWW.artistasdeitarare.blogspto.,com/

E-mail: poesilas@terra.com.br

Poema da Série “Memórias da Cidade Poema de Itararé”







Nenhum comentário:

Postar um comentário